Logo y lema de la visita del Papa Francisco a Fátima. 13/05/2017

El Santuario de Fátima en Portugal presentó, el pasado viernes 10 de Febrero,  el logo y el lema de la visita que el Papa Francisco realizará a ese lugar los días 12 y 13 de mayo de 2017, al conmemorarse los 100 años de las apariciones de la Virgen María.16641052_1437424929610423_7928024039093641752_n1

M´s información en: http://www.fatima.pt/pt

«O lema da visita é “Com Maria, peregrino na esperança e na Paz”», anunciou o Pe. Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima, também nomeado coordenador geral da visita. «O Papa virá em peregrinação ao Santuário de Fátima, para rezar com os peregrinos que o acompanham aqui e pelos meios de comunicação social. É por vontade expressa do Papa que assim acontece. O Papa vem para rezar em Fátima, com os portugueses, neste santuário que é o coração espiritual de Portugal, como disse o Papa Bento XVI», acrescentou o sacerdote.

O reitor do Santuário referiu que esta visita papal «pretende ser ação de graças para o dom que é Fátima para a igreja e para o mundo, no centenário».

«Permitirá ouvir a voz profética do Papa, e a expetativa é de que sejam muitos a vir a Fátima para o ver e rezar com ele», afirmou.

O Pe. Carlos Cabecinhas assinalou que os preparativos, em conjunto com o Estado Português, e as demais entidades envolvidas, estão a decorrer «em bom ritmo».

Segundo o coordenador da visita, a escolha do tema da Paz para o lema permite unir o pontificado de Francisco à mensagem de Fátima: «A Paz liga-nos ao Papa, ao seu pontificado e também à mensagem de Fátima, daí esta conjugação».

Na memória descritiva, Francisco Providência, designer autor do logotipo hoje apresentado, refere que pretendia «que o coração (em vez da cruz), pudesse caraterizar mais o amor misericordioso do Pai do que o sofrimento redentor do Filho», e por isso o terço surge envolvido numa forma de coração, que também se liga ao Coração Imaculado de Maria.

Sobre os peregrinos, o sacerdote afirma que «não sabe» quantos estarão, mas garante que todos serão bem acolhidos: «Haverá lugar para todos, para participar de algum modo na celebração, mesmo que não estejam no recinto». O recinto vai ser equipado com ecrãs gigantes em várias localizações, nos espaços anexos ao Santuário.

Sobre a especulação que tem havido com o alojamento em Fátima, com quartos a serem alugados por milhares de euros, o Pe. Carlos Cabecinhas constatou a existência de alguma «especulação excessiva» e demonstrou preocupação com a situação. «Preocupa-nos a especulação à volta dos alojamentos com a vinda do Papa. Não é praticado de forma geral, mas há uma ou outra situação de especulação excessiva. O santuário optou por, nas suas casas de acolhimento, que são limitadas, não fazer qualquer atualização de preço. Mais do que isso não me parece que possamos fazer», afirmou.

A peregrinação aniversária internacional vai seguir o horário habitual destas grandes celebrações, que decorrem de maio a outubro.

Para preparar esta visita, a Conferência Episcopal Portuguesa designou o padre Vitor Coutinho, vice-reitor da instituição, como coordenador da Comissão de Acompanhamento dos Media para a visita do Papa Francisco.

Já o padre Joaquim Ganhão, da Diocese de Santarém, é o coordenador da Comissão de Liturgia. O sacerdote, atual diretor do Museu Diocesano de Santarém e do Secretariado de Liturgia desta diocese, é representante da Conferência Episcopal Portuguesa no Conselho Pastoral do Santuário de Fátima.